Processo Seletivo SENAI: Programa Jovem Aprendiz, confira aqui!

O programa Jovem Aprendiz SENAI, originalmente criado pela Centrais Elétricas Brasileiras S.A. (Eletrobras), buscava a contratação refinada para trabalhar na própria empresa. O JAS surgiu no ano de 2005 e, de lá pra cá, mais de 75.000 jovens já foram arregimentados. Ou seja, em média, são cerca de de cinco mil novos jovens anualmente!

Fazer parte do Jovem Aprendiz SENAI é estar dentro de um dos mais eficientes programas de colocação no mercado brasileiro de trabalho. O SESC e o SENAC também fazem parte do mesmo programa. Juntos eles se tornam os mais relevantes formadores de profissionais técnicos do Brasil. Os aprendizes recebem educação técnico-profissional de alta qualidade.

O Programa Jovem Aprendiz SENAI

Uma excelente ressalva que é válida de se fazer, é que dos mais de 75.000 jovens acima citados, mais de 20.000 deles tiveram suas carteiras de trabalho assinadas. E é obvio que só são contabilizados nesse número, jovem que foram contratados pelas mesmas empresas as quais eles prestaram o seu aprendizado.

Pré-requisitos

Aqueles que tiverem algum interesse, obrigatoriamente, precisam ter idade entre 14 e 24 anos. Além disso, necessariamente, esse precisa ser o primeiro emprego. Ou seja, não é permitida que o candidato já tenha assinado a carteira anteriormente. Finalmente, é imprescindível estar estudando, ou já ter concluído o Ensino Fundamental, ou Ensino Médio. Isso desde que o aluno esteja na faixa etária escolar obrigatória.

Não que isso seja é uma determinação do próprio SENAI. Porque, por meio da lei de número 10.097/2000, juntamente com o decreto Federal nº 5.598/2005, é determinado que as empresas de médio a grande porte devam possuir uma porcentagem de “jovens aprendizes” em trabalho e/o estágio e que obrigatoriamente, estes, demandem alguma função dentro da companhia.

Benefícios do Jovem Aprendiz

  • Férias Remuneradas e Coincidentes com as Escolares;
  • Curso de Capacitação e Formação Profissional;
  • Carteira de Trabalho Assinada;
  • Salário Mínimo/hora;
  • Vale-Transporte;
  • 13º Salário; e
  • FGTS

Deveres do Candidato

Em primeiro lugar, o jovem aprendiz precisa dispor de quatro a seis horas diárias de trabalho. Contudo, caso o candidato já tenha concluído o ensino básico, ele poderá ter uma jornada horária de trabalho maior que a dos demais, podendo chegar até as oito horas diárias.

O período dessa jornada de trabalho é montado de forma a, acima de tudo, não atrapalhar o desempenho do aluno no seu currículo acadêmico. É necessário que haja uma total compatibilidade consensual entre os turnos do trabalho e o escolar.

Em segundo lugar, o Jovem Aprendiz SENAI precisa ter, ainda que minimamente, noções básicas do Pacote Microsoft Office. Por exemplo Word, Excel e Power Point. Mas que fique claro que o SENAI não demanda nenhuma experiência profissional do inscrito. Até porque a estratégia é realmente fornecer a primeira oportunidade trabalhista.

Portadores de Necessidades Especiais

É comum que aparecem algumas vagas para Portadores de Necessidades Especiais nos editais de aprendizagem do SENAI. Para se ter uma ideia, cerca de vinte mil jovens, nessas condições, já foram ingressos no programa Jovem Aprendiz SENAI.

Além disso, cursos singulares e formas de ensino exclusivas são aprimoradas para essa classe especial de alunos. O SENAI acredita que ninguém que é capaz, merece perder o seu lugar no mercado de trabalho por causa de uma ou outra limitação. Isto também é alcançado através do programa.

Como fazer a inscrição?

As inscrições para o programa são feitas por todo o território nacional, mas nas suas próprias unidades. Então, a maneira mais rápida, é você entrar no site oficial do Portal da Indústria e, no rodapé, selecionar o seu estado e encontrar a unidade mais próxima de você.

Ou, para cursos customizados de Aprendizagem Industrial, entre em contato com o interlocutor do SENAI no seu estado, através desse link oficial, clicando no estado do seu interesse.

Em último lugar, o candidato informa para a unidade que tem interesse na vaga de Jovem Aprendiz. Pronto! Em seguida, basta aguardar ser informado se está – ou não – cumprindo os pré-requisitos e, a partir daí, vai iniciar o cadastro. Sucesso!

Deixe um comentário